Home » Visuality » Métricas de vaidade: entenda como elas podem atrapalhar sua estratégia

Blog Visuality - Agência Visuality Comunicação

17
abril
2019
Sem comentários.

Métricas de vaidade: entenda como elas podem atrapalhar sua estratégia

Você já ouviu falar sobre métricas de vaidade? A gente te explica!

É normal querer que seu Instagram tenha muitos seguidores ou que a publicação tenha um número de curtidas de encher os olhos. Mas, muitas vezes encher os olhos não é o suficiente. Para sua estratégia de marketing digital andar por um caminho que traga resultados sólidos, é fundamental analisar os números e entender o que eles significam.

O que são métricas de vaidade?

As métricas de vaidade são aquelas que se medem apenas a quantidade, mas não a qualidade. Por exemplo, seu perfil no Instagram possui 10 mil seguidores. Legal, né? Mas, quando estudamos o público, muitas vezes vemos que apenas 1% dele é ativo. Ou seja, a taxa de curtidas, comentários ou cliques é muito baixa. Agora, você percebe que não é tão legal, certo?

Quando alguém dá like no seu post, ele pode simplesmente ter gostado do seu título ou a imagem usada chamou a atenção. Não que isso não tenha o seu valor, mas não merece tanta atenção quanto outros dados e não deve ser usado como um indicador relevante de performance. Afinal, não há informação suficiente para levar a uma decisão.

Quais os problemas em acreditar nessas métricas?

Você já deve ter visto algum anúncio do tipo “X seguidores por X reais” e pensou que valeria a pena comprar seguidores para a sua rede social? Esqueça isso! Comprar seguidores ou curtidas pode trazer o resultado contrário do que você deseja. Esse novo usuário adicionado na verdade nunca demonstrou interesse na sua marca ou produto e, com milhares de curtidores falsos, o Facebook ou Instagram podem direcionar seu conteúdo para essas pessoas, deixando aqueles que realmente curtiram sua página, sem qualquer atualização de seu negócio.

O número alto de seguidores e curtidas causam uma boa impressão e são bons para o ego, mas com o que você deve mesmo se preocupar é com o grau de engajamento que pode agregar algum valor à marca, seja através de branding ou taxa de conversão.

Quais métricas devem ser levadas em consideração?

Agora que você já sabe o que não deve ser avaliado, é importante entender onde depositar seus esforços.

Conheça seu público

Para uma estratégia de marketing eficiente, você deve conhecer quem tem interesse na sua marca. As informações de público são decisivas para tomadas de decisão inteligentes e elas tem um impacto direto  nas métricas.

Taxa de conversão

Preste atenção no tráfego. Se os links utilizados nas publicações possuem muitos cliques, mas a taxa de conversão é muito baixa, é indicação de problema. Mas, tenha clareza de qual é a sua conversão: pode ser vendas de um produto, mas também pode ser aumentar o número visualizações no novo vídeo do YouTube (com o objetivo de criar autoridade para a sua marca).

Custo de aquisição por cliente

O CAC é uma métrica chave para empresas que querem permanecer em um crescimento saudável. É basicamente quanto custa um cliente para você, e para que você obtenha um ROI verdadeiro, vai precisar ter seu CAC x LTV na ponta da língua.

 

Concluindo, você deve focar nas taxas de conversão, no número de visitantes únicos, no custo de aquisição por cliente e certamente darão mais insumos do que as métricas de vaidade. Dessa forma, sua equipe de marketing digital poderão estudar os dados que geram bons resultados ou não.

Que entender mais sobre marketing digital e suas estratégias? Baixe gratuitamente nosso e-book Social Media: entenda de uma vez por todas! 

 

Visuality

Prefeito Ângelo F. Lopes, 1705.

agencia@visuality.com.br

(41) 9662.5727


Comentários

Seja o primeiro a comentar isso!